40 a 50 dias - Alaska - EUA



31 a 39 dias Canadá



27 a 30 dias - Texas, Arizona, Utah, Nevada, California e Oregon EUA

Os EUA é surpreendente.




Dia 24 a 26 México, Texas, Novo México - EUA

Os EUA está me fazendo refletir sobre algumas coisas. Como por exemplo a organização urbana é impressionante as calçadas, ruas e rodovias todas muito bem cuidadas. A limpeza e o patriotismo é algo a perceber em todos os lugares. Visitamos as Cavernas of the Sonora considerada uma das mais belas do Mundo.




Dia 17 a 23 Costa Rica ao México

Aos poucos a Costa Rica foi ficando para trás, Fica a lembrança das prais, surf e as belas paisagens. Passamos pela fronteira de Nicarágua, Honduras, El Salvador, Guatemala e México. Triste ver as pessoas morando em beira de estradas, em situação palpérrima e crianças pedindo algo. O lixo toma conta das estradas não a ordem e nem organização. Essa foi a visão que tive de um país que passa sérias dificuldades em relação ao desenvolvimento. El Salvador, estradas boas e ja bem mais organizada. Guatemala, o transito uma loucura. México, bom muita industria, ótimas estradas e muito desenvolvimento.




Dias 12 a 16 Bogotá Colômbia, Panamá, Costa Rica

Panamá, surpreendente! AA primeira impressão que tive foi de simplicidade e uma arquitetura moderna. Visitei o Canal de Panama, passiei pelo centro histórico e parti ruma a Costa Rica. O Nome ja dis tudo, lindíssima a paisagem a beira mar. Da vontade de ficar por ali uns dias, o mar suave e em meio as pedras misturada a mata super verde com arvores imensas. Adorei a Costa Rica. Por aqui furei os pneus e fui auxiliado por um viajante solitário de naturalidade alemã David  Frattini que havia alugado uma moto para percorrer a costa da Costa Rica. 




11 Dia Popayan Colômbia a Bogotá Colombia

Chegamos a Bogotá com mais de 7300 kilometros rodados e a Colômbia me encantou, ja nas estradas o Exército de montanha ao longo das Carreteiras e ao passarmos por eles fazem sinal de positivo. Por todos os lados em todas as pontes lá estão postados cuidando do movimento. Quanto ao Pais vou conhece-lo melhor na minha volto do Alaska, mas ja adianto é encantador as montanhas sobem a mais de 2300 metros e la em cima tudo plantado, casas e muita beleza. Por todos os cantos a lugares onde os caminhões param para lavar as cabines em longas e interminaveis descidas com centenas de curvas, voltrei a Colômbia.




10 Dia Tabacundo Equador a Popayan Colômbia

Equador lugar onde a grandes quantidades de frutas para comer na beira das estradas, meus olhos se encantaram com as tendas, tudo muito bom as estradas boas e bem sinalizadas. Fico pensando como produzir nas montanhas, verdadeiros penhascos e la a 900, 2000 metros de altura uma casinha de u posivel agricultor, aos poucos vou me dando contta de como temos riquezas e reclamamos de barriga cheia. Precisamos conhecer outras culturas, seus ostumes e suas histórias...




9 Dia Machala Equador a Tabacundo Equador



8 Dia Lambayaque Peru a Machala Equador



7 Dia de Chancay a Lambayeque Peru



6 Dia Chala a Changay Peru



5 Dia de Tacna a Chala Peru

O deserto se agigantou depois que saimos do Chile, Ainda no Peru as areas de desertos são imensas e as montanhas crescem sem pedir licença, O povo, simples e hospitaleiro. Não a como passar pela America do Sul e não conhecer o Peru é uma cultura fantastica!  As estradas que beiram o Pacífico e o por do sol no lado oposto do Brasil. Tudo é belo! O Peru ja esta pesando na minha decisão de voltar pela America do Sul.




4 Dia Calama Chile a Tacna Peru

O deserto me encanta por sua plenitude, assim com o povo que em meio ao nada da vida a uma região tão árida. A cada dia, a cada lugar em cada canto me surpreendo com a America do Sul, linda e única.




3 dia San Pedro Atacama a Calama



2 Dia ruma ao Alaska

Ontem calor, 870 km, hoje temperatura agradavel passamos pelo Chado ruma a Pumamarca mais 876 km rodados e as estradas começaram a ficar bonita. Internet ruim...




Primeiro dia primeira foto

Com calma, despedidas e visita a um tio com 90 anos. Aos poucos vou indo, para faço uma foto com referencia a Caçapava em homenagem aos meus amigos caçapavanos e a espera de um novo amigo motociclidta Luis Plein, que por muitos dias vamos juntos percorrer grande parte das Américas.




Partindo para mais uma viagem

Nos meados de 1973, com 7 anos de idade, na garagem de meu pai, uma RD 350 zerada. Durante horas e horas ohava para ela, subia e acelerava la no fundo, dava até para sentir o vento no rosto. Ela era a que ganhava as corridas, empinava, seu motor ensurdecedor e assim no meu imaginário nunca pensei, que aquela vontade de andar poderia me levar tão longe hoje. Ao amigo Roberto Zamberlan, proprietário daquela belíssima máquina, muito obrigado por deixá-la guardada na garagem. Hoje parto para mais uma grande aventura quase 43 anos depois e não esqueci, la em Prudhoe Bay AK vou largar um suspiro e desejar a ti essa viagem. Não sera tarefa fácil, passar pelas duanas da Colombia, Honduras, El Salvador, Nicaragua e México. Mas nada comparável aos 40 e poucos anos de vontade de rodar esse mundo. Hoje é de moto, amanha, de veleiro, depois de avião e quem sabe um dia a pé. Estarei sempre em busca de algo a superar, aos meus filhos fica a dica entre uma faculdade e livros aconselho conheçam o mundo... Nele você encontra-rá as respostas, os questionamentos e a vida se tornará melhor e a alma eterna. Um Abraço e amanha rumo a mais uma grande aventura.




Viage com Marcelo Spode até o Alaska

Alguem deixou a porteira aberta!

Sim, ela esta aberta para o mundo, para mim e para você. Aproveitando as porteiras abertas e as barreiras invisíveis é que ao longo dos anos vamos nos apropriando do mundo.

" Um dia um homem me deu uma carona. Estava andando na estrada ele parou e perguntou: Onde você vai?

Disse a ele, estou andando por ai. Você é andarilho? Não. Esta vendo esta fazenda é minha. Mais adiante passamos em uma ponte linda e disse a ele ai tambem é meu. Logo em seguida uma imensa floresta cercada por um lago onde subia uma imensa montanha chamada Cordilheira dos Andes e novamente digo a ele ai tambem é meu.  Ele com cara de desconfiado, disse como assim? E esses animais? Respondi, são meus. Então tudo que passamos é seu? Sim até onde a vista alcança. Estas fazendas cercadas, estes homens trabalhando são para mim. Você esta louco? Não é que tudo que você vê na terra é meu é seu basta cuidar, você apenas não é o proprietário, mas a terra é sua, o meio ambiente que você vive é nosso. Cuidando com amor  você pode desfrutar das belas paisagens, do ar que você respira, da água e ainda formar uma grande família mundo a fora rodeada de amigos e pode acampar onde quiser, basta cuidar da terra. Aproveite a natureza, conviva com as pessoas e respeite-as. Até logo e uma boa Viagem a todos!

 




Expedição Ushuaia 2010

Minha primeira ida ao Ushuaia, não podia ser melhor acampando em um treiler crivado de pulga, percorrendo a Carretera Austral, subindo em vulcões e muita estrada. Calor, frio, e muitos amigos pelo caminho, nessa viagem contei com a presença de uma figura inegalável o Rodrigo, meu companheráço de viagens, ou seja tudo que faz da uma cag... hehehe. 




Patagônia agosto 2014

Não é so de moto que se locomove o vivente! Esse ano levei minha esposa e minha filha para conhecer um pouquinho da região que leva centenas de motociclistas a percorrer a patagônia. Estava maravilhoso, o inverno a neve e a companhia.




Expressotransamazonica

Nada como uma janta a base de batata, água e sal. Efeito colateral: Três amigos resolvem fazer uma viagem pelo Brasil de Fusca percorrendo Salto do Yacumã, Cataratas, Pantanal, Chapada dos Guimarães, Nobres - MT, Chapada dos Parecis, Transamazonica, BR 319 ( Rodovia Fantasma, Oiapoque, Guiana Francesa e Chui. Um saco de batata, um mega fone e 13 musicas do Mano Lima. Como podia dar tão certo, um fuca sem freio, acampamento a 60 metros de altura nas torres da Embratel na Amazonia e um fusca num rio com 1,70 metros de priofundidade e muita história para contar.




Ruta 40 Uma maravilha na Argentina

A Cordilheira dos Andes o fascinio pelas geleiras, ventos e longas estradas costeando a mais longo cordilheira do mundo sempre me encantou. Uma moto, barraca, maquina fotográfica e vontade. Assim foi que nasceu a idéia de percorrer toda RUTA 40 da Argentina desde a Terra del Fuego até La Quiaca na Bolivia. Segue algumas fotos dos trechos percorridos simplismente espetacular essas regiões que passamos ao longo destes dias.








Desenvolvido por: